Saúde
julho 17, 2014 publicado por Blog do Gato

Meu gato comeu um rato e agora?

Devo me preocupar se meu animal de estimação comeu um rato ou um camundongo?

Infelizmente, muitos proprietários de gatos lutam contra a realidade de que seu gato querido é um animal com instintos muito refinados para caça. Gatos gostam de caçar, possuem uma técnica natural, que envolve toda a orquestração da perseguição, espreitam e aguardam pacientemente a hora perfeita para atacar sua presa. É simplesmente um comportamento instintivo que traz alegria à rotina diária de um gato. Mesmo os gatos bem alimentados irão caçar eventualmente e podem presentear seu proprietário com um “mimo” para mostrar seu talento, e seu carinho por você, esperando é claro, que você compartilhe da sua emoção! Mas as vezes nossos queridos bichanos vão além e podem chegar realmente a comer sua presa. E aí é que surge a nossa questão principal, se meu gato comeu um rato, isso fará mal a ele?

Meu gato comeu um rato e agora?

Meu gato comeu um rato e agora?

Enquanto caçar um rato ou um camundongo pode vir a ser uma atividade natural para gatos e cães, em alguns casos, comer roedores pode ter consequências indesejáveis. Entre os problemas mais comuns que podem acometer nossos pets, podemos citar a contratação de vermes intestinais, a toxoplasmose, a raiva, a leptospirose e a intoxicação secundária caso o rato tenha ingerido algum tipo de veneno.

Seu gato comeu um rato, ele pode se contaminar com toxoplasmose

Meu gato comeu um rato e agora? - A toxoplasmose é uma doença sistêmica que é causada pelo protozoário Toxoplasma gondii. trata-se de um parasita coccídio que infecta praticamente todos os animais de sangue quente, e também pode afetar os seres humanos.

Portanto tanto cães quanto gatos, podem ser infectados com o protozoário toxoplasma gondii, através da ingestão de roedores e coelhos que abriguem os cistos do protozoário que causa a Toxoplasmose e tenham se desenvolvido em seus músculos.

O que a toxoplasmose causa em cães?

A Toxoplasmose clínica em cães, é associada frequentemente a animais que tenham cinomose, ou outras infecções como erliquiose, que estejam fazendo tratamentos a logo prazo utilizando corticoides, ou que tenham sido vacinados, com vacinas que utilizam agentes vivos atenuados. No entanto a toxoplasmose também pode se manifestar em animais que não tenham tido uma doença pré existente.

Os cães afetados pela toxoplasmose podem apresentar sintomas diversos que variam desde diarreia,  problemas gastrointestinais a infecções respiratórias, pneumonia, complicações no fígado, doenças do sistema nervoso ou neuromuscular, resultando em febre, vômito, diarreia, dispneia e icterícia. Os cães que apresentam inflamação nos músculos, ficam com fraqueza, rigidez nas patas e podem apresentar perda de tecido muscular. Em alguns animais o quadro clínico pode evoluir fazendo com que o cão apresente uma incapacidade parcial de realizar movimentos voluntários com todos os membros, podendo chegar a uma total paralisia. A falta de coordenação dos movimentos musculares, convulsões, tremores,são sintomas comuns em cachorros que desenvolvem a toxoplasmose no tecido nervoso central. Alguns cães podem apresentar outros sinais clínicos como doenças cardíacas, e problemas oftálmicos.

O que a toxoplasmose causa em gatos?

Meu gato comeu um rato, e agora?

Meu gato comeu um rato, e agora?

Meu gato comeu um rato e agora? - O protozoário Toxoplasma gondii está presente em todo o mundo e a contaminação de gatos é difundida de forma semelhante em todos os lugares. Existem mais gatos que estão infectados do que gatos que apresentam sintomas. Os índices de infecção são maiores em gatos que tem livre circulação pela rua. Por outro lado, a contaminação é incomum em gatos de estimação que quase nunca caçam ou nunca caçam, e são alimentados principalmente ou exclusivamente com rações comerciais.

Em gatos, o parasita da Toxoplasmose vive nas células intestinais, geralmente causando pouco dano. O parasita adulto produz cistos que são excretados ​​nas fezes de gatos. São estes cistos que podem causar danos se ingerido por seres humanos, cães ou gatos com um sistema imunitário enfraquecido.

Embora a toxoplasmose seja relativamente comum, e que normalmente não cause doenças em gatos infectados, se o sistema imunológico do gato não estiver funcionando corretamente, o protozoário da Toxoplasmose pode ter mais facilidade para se reproduzir, espalhando-se pelo organismo e causando danos aos tecidos. Quando isso acontece, uma variedade de diferentes sinais clínicos podem se desenvolver, incluindo problemas oftalmológicos, febre, doenças respiratórias, pneumonia, falta de apetite, diarreia, problemas de fígado e sinais neurológicos. A toxoplasmose pode ser aguda, ou rápida no início, ou crônica, com períodos de doença intercalados com períodos de alguma recuperação. É importante lembrar que a Toxoplasmose é uma doença rara em gatos e a ingestão de carne de caça contaminada é um dos maiores fatores de risco para os gatos.

Seu gato comeu um rato, ele pode se contaminar com verminoses?

Meu gato comeu um rato e agora? - Cães e gatos podem ser infectados com Lombriga comendo camundongos ou ratos infectados com larvas de Lombriga em seus músculos. As lombrigas são vermes parasitas do intestino e é muito comum encontrar  cães e gatos jovens que estejam contaminados com lombrigas. Esses vermes se alimentam do conteúdo do intestino dos gatos, e acabam diminuindo a imunidade do animal infectado. As lombrigas podem medir entre entre 8 e 12cm de comprimento e tem a aparência de um macarrão. Leia mais sobre vermifugação em gatos clicando aqui.

Seu gato comeu um rato, ele pode sofrer de envenenamento secundário através de um rato envenenado?

Meu gato comeu um rato, e agora?

Meu gato comeu um rato, e agora?

Meu gato comeu um rato e agora? - Há um pequeno risco de seu gato sofrer com um envenenamento secundário se o roedor que ele caçou, tenha ingerido anteriormente algum veneno para ratos. O nível de toxicidade para seu gato itá depender do tempo, quantidade e tipo de veneno que o roedor tenha consumido e o número de roedores que seu animal tenha caçado. Por exemplo, se um Jack Russel Terrier caçar e comer 1 rato, isto pode ser suficiente para provocar sintomas. Os gatos, no entanto, possuem um pouco mais de resistência para serem afetados, o que não significa que gatos são imunes a um envenenamento secundário. Se você suspeita que seu animal de estimação tenha comido um rato ou pior, um rato envenenado,não deixe de entrar em contato imediatamente com seu veterinário, afim de buscar informações para prestar os primeiros socorros.

Seu gato comeu um rato, ele pode pegar Raiva?

Meu gato comeu um rato e agora? - O vírus da raiva tem algumas maneiras distintas de se disseminar. A raiva é transmitida com maior frequência através da mordida de um animal infectado. Menos frequentemente, a raiva pode ser pode ser transmitida quando a saliva de um animal infectado entra no corpo de um outro animal através das mucosas ou através de um contato direto com uma ferida recente.

O risco de contrair raiva é maior se o seu gato fica exposto ao contato com animais selvagens. Os surtos de raiva, geralmente ocorrem em populações de animais selvagens (na maioria morcegos, micos, ratos e gambás) ou em áreas onde existam um número significativo de cães e gatos de rua que não sejam vacinados. Portanto, se seu gato caçar um rato, ele pode se contaminar com raiva, além das formas citadas, através da urina contaminada.

Seu gato comeu um rato, ele pode pegar Leptospirose?

Meu gato comeu um rato e agora? - A leptospirose é uma zoonose transmitida através da urina dos ratos e camundongos e que pode contaminar gatos também. A leptospirose é uma doença grave, chegando a ser fatal. no entanto a única maneira de seu gato adquirir leptospirose se comer um rato contaminado é através do contato com a urina de ratos e camundongos. A leptospirose é uma zoonose bastante rara em gatos, mas eles não estão livres de contaminar-se, nem mesmo no caso de comerem um rato contaminado, caso ele acabe tendo contato com a urina do animal.

O que posso fazer para evitar que meu gato coma ratos?

Meu gato comeu um rato, e agora?

Meu gato comeu um rato, e agora?

Obviamente gatos são caçadores naturais e alguns mais do que outros. Se o seu gato é um gato que tem liberdade de passear ao ar livre, considere instalar uma passeio ao ar livre para seu gato em seu quintal. Claro que isso não irá impedir que roedores entrem no recinto do gato, mas irá impedir ou ao menos limitar as atividades naturais de caça de seu bichano. Ao mesmo tempo, você também estará ajudando a proteger a fauna natural, pois gatos também costumam caçar pássaros.

Se houver um surto de roedores em sua região, mantenha o seu gato dentro de casa, ele é um membro da família e não um controlador natural de população de ratos. Enquanto muita gente entende que esta deva ser uma tarefa para os gatos de rua, para nossos gatos é um período de grande perigo, pois os vizinhos estarão mais propensos a usar raticidas, o que significa que seu gato pode correr risco de vida. Além disso, se você tem um gato e está enfrentando problemas com ratos ou camundongos, considere utilizar ratoeiras de cola que são ecologicamente corretas ao invés de venenos.

Meu gato comeu um rato e agora? – Considerações finais

Caso seu gatinho tenha vermes regularmente, converse com seu veterinário e veja se existe a recomendação de fazer uso de vermífugos com maior regularidade. Leve seu gato ao veterinário regularmente para exames de rotina. Mantenha sempre a vacinação de seus pets em dia, cuidado nunca é um exagero.

Saiba + Sobre gatos

Gatos e ratos – perigos que vêm junto com a caça - Texto em Inglês

Guia de Raças de Gatos

Saiba + Tudo sobre gatos

A importância do exercício para os gatos

Gatos podem tomar ibuprofeno?

Gato é bom para criança?

Gatos podem comer ração para cachorros?

Meu gato está gordo – O que fazer?

Osteoartrite em gatos – Remédios Naturais

Gengivite em gatos, sintomas, causas e tratamentos

Como tratar a micose em gatos

Desparasitação ou vermifugação de gatos – Guia prático

Construa um passeio ao ar livre para seu pet

Como tornar sua casa segura para seu gato

Calor – Cuidados com os gatos no verão

Curiosidades

Raças de gatos boas para apartamento 

A primeira viagem de carro com seu gato

Gatos podem beber leite?

Hipertireoidismo felino

Como tornar sua casa segura para seu gato

Calor – Cuidados com os gatos no verão

Pessoas e gatinhos – A importância da socialização

Tudo o que você precisa saber sobre gatos e bolas de pelos

Artigos Relacionados:

Facebook Comments