Saúde
agosto 4, 2014 publicado por Blog do Gato

Fitoterapia para gatos mais velhos

Você já pensou em utilizar a fitoterapia para o tratamento de gatos mais velhos?

Fitoterapia, é o tratamento que utiliza plantas medicinais ou o extrato de plantas, para tratar doenças e além de ser tradicionalmente utilizada para tratar pessoas, também promove resultados comprovados no tratamento de nossos queridos gatinhos e outros pets. A medicina alternativa de uma forma geral, tem demonstrado um incrível potencial no auxílio ao tratamentos de gatos e outros animais de estimação. Atualmente tem se tornado cada vez mais natural que as pessoas se preocupem em utilizar tratamentos a base de uma medicina alternativa para seus gatos mais velhinhos, pois como eles estão vivendo mais tempo, graças ao conforto e carinho de seus proprietários, por outro lado, eles estão cada vez mais sujeitos a apresentar dores articulares e musculares, e também sofrem mais com o frio e as mudanças de temperatura. Além disso, os gatos mais velhos também precisam de uma nutrição focada em promover maior mobilidade a fim de nutrir melhor e fortalecer os ossos e cartilagens, prevenindo assim problemas articulares.

Fitoterapia para gatos mais velhos

Fitoterapia para gatos mais velhos

Já falei a respeito de tratamentos alternativos para tratar gatinhos com osteoartrite em um artigo anterior, “Osteoartrite em gatos – Remédios naturais” se você tiver interesse em se aprofundar mais sobre este assunto veja este artigo clicando aqui.

Como sou adepta a tratamentos alternativos, como acupuntura e a medicina chinesa, que sem a menor sombra de dúvida, promovem resultados impressionantes para nossos bichanos, estou sempre investigando tratamentos alternativos que visem o bem estar e o conforto de nossos pets. Por isso resolvi dividir com vocês algumas das minhas descobertas recentes para auxiliar no tratamento de gatinhos idosos.

Só quem tem um animal velhinho sabe como é difícil para eles realizarem as mesmas atividades que tinham quando eram mais novos. eles já não conseguem subir em seus lugares favoritos, evitam escadas ficam mais paradinhos que o normal, sentam mais devagarzinho, enfim… Por outro lado, não devemos medicar nosso gato, exclusivamente com remédios alopáticos, mesmo os de uso veterinário, pois se forem utilizados com maior frequência acabam prejudicando rins, estômago, fígado e causando um estrago ainda maior em nosso amado felino. Por isso é muito importante, para ajudar nossos pets, buscarmos tratamentos alternativos que visam melhorar a mobilidade, aumentando assim a qualidade de vida de nossos peludinhos. Vamos falar um pouco sobre a utilização dos fitoterápicos, que podem se tornar uma alternativa para aliviar as dores que chegam, conforme avança a idade de seu gato.

Fitoterapia para gatos mais velhos – Conheça a ação de alguns medicamentos tradicionalmente utilizados pela fitoterapia para tratar gatos idosos

Fitoterapia para gatos mais velhos

Fitoterapia para gatos mais velhos – Pinus Mugo

1 – Vamos começar esta listinha, com um medicamento fitoterápico muito interessante, o Pinus Mugo, também conhecido como Pinheiro das Montanhas, trata-se de uma árvore do tipo Pinus que desenvolve pequenos ganchos ou anzóis. Esta árvore selvagem cresce nas regiões montanhosas da França e aclimata-se bem tanto para tempos frios quanto a tempos quentes. Ela tem um longo tronco reto, com ramificações cobertas com folhas espinhosas e chega a viver até 5000 anos.

Esta planta, usada na fitoterapia, tem a capacidade de promover a regeneração do tecido duro, osso e cartilagem do gato, garantindo uma melhor mobilidade. Ainda possui a capacidade de melhorar a articulação melhorando o funcionamento do fígado e linfonodos (gânglios linfáticos). Ela ainda tem a capacidade de remover todos os metais pesados ​​do corpo, favorecendo a absorção dos medicamentos que seu gato utiliza.

Fitoterapia para gatos mais velhos

Fitoterapia para gatos mais velhos – Vitis Vinifera

2 – Outra planta muito interessante para utilizarmos como coadjuvante no tratamento de gatos velhinhos é a Vitis Vinifera, é um tipo de videira que também é muito cultivada na Europa, principalmente para a produção de vinho. Trata-se de uma trepadeira da família das vitáceas e seu fruto é a uva. A origem dela é asiática, mas também pode ser cultivada em qualquer região que tenha um clima temperado.

O Vitis Vinifera é o extrato da uva e possui uma ótima ação antioxidante e ainda contém polifenóis que proporcionam funções cardiovasculares normais e saudáveis para o gato que utiliza este produto. E os benefícios não param por aí, o Vitis Vinifera melhora a circulação do sangue e alivia as dores vasculares.
Este medicamento fitoterápico possui as seguintes propriedades:

  • Vaso-protetora e anti-agregante plaquetária
  • Antioxidante
  • Melhora as funções cardiovasculares
  • Antitumoral
  • Anti-inflamatória
  • Hipolipemiante
  • Antiviral
  • Previne a aterosclerose

 

Fitoterapia para gatos mais velhos

Fitoterapia para gatos mais velhos – Ribes Nigrum

3 – Outro medicamento que a medicina fitoterápica nos oferece é o Cassis, também conhecido como groselheira-preta ou Ribes Nigrum. Esta é uma planta originária do Norte europeu e possui um formato arbustivo. Os frutos de cassis são arredondados e escuros e podem ser consumidos inteiros, ou como xarope. O Cassis tem uma ação anti-inflamatória  muito interessantes e pode ser oferecido para seu gato sempre que ele manifestar dores nas articulações, diminuindo desta maneira a administração de medicamentos farmacológicos.

Fitoterapia para gatos mais velhos

Fitoterapia para gatos mais velhos

4 – O Ampelopsis veitchii, também conhecido como Boston Ivy, é uma trepadeira conhecida pelo seu crescimento rápido. Ela tem uma abundância de folhas que cobrem completamente as paredes e com uma linda folhagem que fica vermelha durante o outono. Apesar do fato de seus frutos serem tóxicos, podendo causar problemas digestivos, os botões que dão origem a flor não têm nenhuma toxicidade e, portanto, são comumente utilizados em Gemoterapia (A Gemoterapia é um ramo da fitoterapia que utiliza os botões e brotos de árvores e arbustos, por imersão direta em água – álcool – glicerol). A utilização deste medicamento fitoterápico em gatos é muito útil para promover alívio sintomático em crises inflamatórias. Este medicamento fitoterápico possui as seguintes propriedades:

  • Repara e regenera articulações, ligamentos, tendões, cartilagem
  • Ação inflamatória e previne a degeneração
  • Auxilia em casos de fibrose, esclerose, e retração de tecido

 

A ação terapêutica para patologias articulares inflamatórias ou degenerativas tem se demonstrado muito satisfatória, assim como as propriedades anti-inflamatórias e anti-escleróticas. As propriedades regenerativas dos tecidos conjuntivos também são ótimas. É um fitoterápico muito apropriado para gatinhos com Osteoartrite, artrite reumatoide crônica e trauma nas articulações.

Fitoterapia para gatos mais velhos

Fitoterapia para gatos mais velhos – Açafrão-da-Terra

5 – O Açafrão-da-terra ou Cúrcuma longa, conhecido também como simplesmente cúrcuma, açafrão-da-índia, açafroa, turmérico e gengibre amarelo, é uma planta herbácea da família do gengibre. De origem asiática, mais precisamente indiana e indonésia. Esta planta é a responsável pela preparação do pó de caril, utilizado com um importante tempero na região. A principal característica deste tempero é a forte cor amarelada que dá aos alimentos, é muito utilizada na alimentação mas também é amplamente explorada pela medicina Ayurvédica, nos países asiáticos.

Da raiz seca e moída da cúrcuma se extrai um pó, conhecido como açafrão, que é muito empregado na culinária mundial como condimento e corante, que transfere um tom amarelado e brilhante aos alimentos, no entanto o açafrão não é utilizado simplesmente na culinária e como já citei anteriormente, também é muito utilizado no preparo de medicamentos. São conhecidos hoje, cerca de 235 compostos da cúrcuma que são utilizados de forma medicinal por suas ações anti-inflamatórias, antioxidantes e antimicrobianas.

A cúrcuma tem a capacidade de diminuir a ação dos radicais livres e melhorar da síntese dos antioxidantes naturais. Também minimiza componentes hepáticos inflamatórios do organismo. Estudos concluíram também, que a planta possui propriedades anti tumorais sendo um ótimo auxiliar na prevenção contra o câncer.

Fitoterapia para gatos mais velhos

Fitoterapia para gatos mais velhos – Bromelaína

6 e 7 – Portanto, para seu gato, a cúrcuma pode ter uma ação analgésica natural, justamente por promover uma melhora em casos de inflamação das articulações, e se for associada a um suplemento de Bromelaína e MSM, associados, também podem atuar promovendo a regeneração e protegendo a cartilagem (Bromelaína é um suplemento encontrado principalmente no tronco do abacaxi, contém enzimas que auxiliam na digestão de proteínas, atuam no organismo reduzindo a agregação plaquetária e também diminuem a inflamação. A Bromelaína é utilizada pela medicina fitoterápica para aliviar a inflamação e dor, causadas pela artrite e pela síndrome do túnel do carpo, podendo ser utilizada tanto em pessoas como animais com segurança. O methylsulfonylmethane ou MSM tem propriedades anti- inflamatórias e também pode ser utilizado promovendo o alívio da dor.).

Fitoterapia para gatos mais velhos

Fitoterapia para gatos mais velhos – Harpagophytum Procumbens

8 – Finalmente, uma planta muito interessante utilizada pela fitoterapia no intuito de aliviar dores degenerativas e inflamações é o Harpagophytum Procumbens também conhecido como Garra do Diabo. Esta é uma planta originária da África Austral, mas precisamente do deserto da Kalahari e estepes da Namíbia. O nome Garra do Diabo foi dado a ela, pelo fato de sua forma lembrar muito a aparência de garras. Esta planta é largamente utilizada pela fitoterapia e possui ação anti-inflamatória e anti-reumática, atuando também como um ótimo analgésico natural. Sua indicação fitoterápica é para tratamentos de artrite reumatoide, fibromialgia, artrose, tendinite, etc. Promove efeito analgésico, antiespasmódico e anti-inflamatório.

Este medicamento não pode ser utilizado por fêmeas prenhas nem em fase de lactação, em gatos com problemas gástricos ou intestinais, este medicamento também não deverá ser administrado.

Fitoterapia para o tratamento de gatos mais velhos – Considerações finais

Fitoterapia para gatos mais velhos

Fitoterapia para gatos mais velhos

Medicamentos fitoterápicos geralmente são utilizados como coadjuvantes em tratamentos de doenças, e no caso específico da garra do diabo, existem registros de que os gatos que foram submetidos ao tratamento com Harpagophytum Procumbensacabam foram reduzindo as doses de corticoides e anti-inflamatórios sintéticos no decorrer do tratamento.

Todas as dicas que colocamos aqui no Blog do Gato não dispensam a necessidade de você passar seu gatinho por uma consulta veterinária. Todos os extratos e plantas devem ser indicados e controlados por seu veterinário a fim de evitar que hajam contra-indicações, especialmente se seu o gato estiver tomando outros medicamentos. Na grande maioria dos casos, será necessário fazer exames e pesar seu gato, a fim de calcular a dosagem e saber se ele pode ou não se beneficiar do tratamento que a fitoterapia propõe. Converse sempre bastante com seu veterinário antes de iniciar qualquer tratamento alternativo, utilize esta pesquisa a fim de ampliar as possibilidades de tratamento, diminuindo a utilização de drogas sintéticas, visando sempre o bem estar de seu gato.

Saiba + Sobre gatos

Guia de Raças de Gatos

Saiba + Tudo sobre gatos

Devemos usar gatos para controlar populações de ratos?

25 fotos de gatos com seus donos

Meu gato comeu um rato e agora?

A importância do exercício para os gatos

Gatos podem tomar ibuprofeno?

Gato é bom para criança?

Gatos podem comer ração para cachorros?

Meu gato está gordo – O que fazer?

Osteoartrite em gatos – Remédios Naturais

Gengivite em gatos, sintomas, causas e tratamentos

Como tratar a micose em gatos

Desparasitação ou vermifugação de gatos – Guia prático

Construa um passeio ao ar livre para seu pet

Como tornar sua casa segura para seu gato

Calor – Cuidados com os gatos no verão

Curiosidades

Raças de gatos boas para apartamento 

A primeira viagem de carro com seu gato

Gatos podem beber leite?

Hipertireoidismo felino

Como tornar sua casa segura para seu gato

Calor – Cuidados com os gatos no verão

Pessoas e gatinhos – A importância da socialização

Tudo o que você precisa saber sobre gatos e bolas de pelos

 

Artigos Relacionados:

Facebook Comments