Comportamento
novembro 4, 2014 publicado por Blog do Gato

15 Coisas que você não sabia sobre os gatos

Sempre há coisas sobre os animais de estimação que os própriros proprietários podem não saber. Os gatos domésticos são, muitas vezes, tão misteriosos que são capazes de fascinar até mesmo os proprietários mais experientes.

15 Coisas que você não sabia sobre os gatos - Preparei este artigo para listar algumas características muito interessantes sobre os gatos domésticos que nem todo mundo sabe. Domesticados há mais de 4 mil anos, esses pequenos felinos se desenvolveram e aprenderam como nenhum outro a sobreviver e proliferar a sua espécie. Os gatos são hoje pets incrivelmente populares, a ponto de terem se tornado o pet mais popular em diversos países. Hoje em dia há dezenas de diferentes raças reconhecidas oficialmente em todo mundo, cada uma com características físicas e comportamentais muito singulares.

Coisas que você não sabia sobre os gatos

Coisas que você não sabia sobre os gatos

Veja abaixo alguns fatos interessantes que você pode não saber sobre esses maravilhosos animais de estimação.

Coisas que você não sabia sobre os gatos

  • Os gatos foram domesticados provavelmente há mais de 4 mil anos e eram utilizados nos tempos antigos como auxiliares no controle da população de roedores.
  • Este pequeno animal de estimação é o preferido em diversos países da Europa e das Américas, como por exemplo Estados Unidos e Reino unido. De acordo com um artigo recente da revista Veja, a população de países como a Suíça, a Áustria e a Turquia possuem três vezes mais gatos do que cães como animal de estimação.
  • Ao contrário dos cães, que tem 42 dentes, os gatos tem 30 dentes, e se você tem um gatinho em casa sabe muito bem como eles são afiados.
  • Os gatos tem em seus olhos uma camada reflexiva que amplia a entrada de luz. Essa camada permite que os gatos enxerguem até seis vezes melhor em condições de pouca luminosidade do que o ser humano.
  • Os gatos tem uma audição extraordinária e o motivo para isso é que a orelha dos gatos tem 32 músculos (a do ser humano, por exemplo tem apenas 12). Esses músculos dá mobilidade a orelha dos gatos, permitindo localizar com precisão as presas em movimento ou o barulho da embalagem de ração. Além disso, a audição dos gatos é capaz de alcançar frequências fora da faixa que os ser humano consegue ouvir e isso ajuda até mesmo na mobilidade e no incrível equilíbrio dos gatos ao se movimentarem.
  • Os gatos se importam muito mais com a textura  da comida do que com o paladar. A língua dos gatos tem uma textura áspera, lembrando uma lixa grossa, como se houvesse espinhos em toda a superfície da língua. Essas “farpas” são responsáveis por levar a comida para a parte de trás da boca. Quem tem um gatinho em casa, também sabe que o cheiro da comida é um dos pontos mais relevantes para eles.
  • Gatos podem retrair suas garras dianteiras. Isso ajuda a manter as garras afiadas e prontas para serem utilizadas quando necessário, em geral para escalar ou até mesmo para se defender.
  • Os gatos se esfregam em nós como uma forma de comunicação. Eles possuem glândulas odoríferas nas bochechas e nas patas, e quando se esfregam na gente, transferem o seu cheiro.
  • Quem tem gato, conhece o catnip. Um fato interessante sobre essa erva é que apenas 75% dos gatos estão geneticamente aptos a responder ao catnip, os outros tendem a se mostrar indiferentes.
  • Gatos são capazes de correr a  velocidades de até 30 km/h.
  • Os longos bigodes da face e em torno da boca representam uma parte vital da sensibilidade ao toque. Os bigodes estão ligados a células nervosas e são usados para determinar o tamanho dos espaços por onde ele passa, assim como para obter informações sobre tudo que ele toca, assim como alterações na pressão atmosférica.
  • É provável que a maior raça de gato conhecida seja o Maine Coon. Os machos dessa raça podem chegar até os 12 kg.

 

Coisas que você não sabia sobre os gatos

Coisas que você não sabia sobre os gatos

Coisas que você não sabia sobre os gatos - Interação com seres humanos

  • Gatos podem fazer bem para a nossa saúde. Apesar de muita gente apresentar alergia ao pelo de gatos, esses animais também podem trazer benefícios a saúde do ser humano. Proprietários de gatos tem menos chance de apresentarem doenças cardio-vasculares do que as pessoas que não tem gato. Além disso, os idosos que tem gatos em casa tem menos risco de sofrerem de depressão e solidão.
  • Outro fato que muita gente não sabe é que gatos podem ser treinados, e costumam responder ao adestramento com reforço positivo, especialmente quando são utilizados petiscos.
  • Estes pequenos felinos precisam socializar com o ser humano desde duas semanas de vida, caso contrário os animais se tornam pouco sociáveis e possivelmente agressivos. Gatos com mais de dezesseis semanas dificilmente irão aceitar a interatividade com o ser humano.

Saiba + Sobre cães e gatos

Guia de Raças

Saiba + Tudo sobre gatos

Convivência entre gatos e cães

Agressividade felina

Guia de Raças de Gatos

Tudo Sobre Gatos

Raças de Gatos

Gato pode comer comida?

Fitoterapia para gatos mais velhos

Devemos usar gatos para controlar populações de ratos?

25 fotos de gatos com seus donos

Meu gato comeu um rato e agora?

A importância do exercício para os gatos

Gatos podem tomar ibuprofeno?

Gato é bom para criança?

Gatos podem comer ração para cachorros?

Meu gato está gordo – O que fazer?

Osteoartrite em gatos – Remédios Naturais

Gengivite em gatos, sintomas, causas e tratamentos

Como tratar a micose em gatos

Desparasitação ou vermifugação de gatos – Guia prático

Construa um passeio ao ar livre para seu pet

Como tornar sua casa segura para seu gato

Calor – Cuidados com os gatos no verão

Curiosidades

Raças de gatos boas para apartamento 

A primeira viagem de carro com seu gato

Gatos podem beber leite?

Hipertireoidismo felino

Como tornar sua casa segura para seu gato

Calor – Cuidados com os gatos no verão

Pessoas e gatinhos – A importância da socialização

Tudo o que você precisa saber sobre gatos e bolas de pelos

Artigos Relacionados:

Facebook Comments